quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Belo Monte: lembram desse episódio?

Em um debate num dos grupos de discussão sobre o Código Florestal no facebook, li esse post do Ciro Siqueira:
A violência contra o movimento ambiental realça os estereótipos. Eles lograram convencer a sociedade que produtor rural, ruralista, é violento. Quando essa violência se evidencia eles dizem - Tá vendo só? Vejam como eu tenho razão! - Daí fazem a ligação espúria com qualquer coisa, por exemplo: Vejam como estou certo, precisamos barrar Belo Monte. A sociedade acredita porque o ato e o estereótipo se encaixaram. Nós precisamos aprender a não cair nessas esparrelas.
Certamente concordo com o Ciro. Cada vez que um ambientalista é agredido, o estereótipo violento dos "destruidores da natureza" contra os "santos da floresta" volta à tona. Contudo, e quando não é um ambientalista, seringueiro, membro do MST ou coisa do tipo que é agredido, a justiça é feita? Acredito que não. 
Lembram do episódio em que o engenheiro Paulo Fernando Rezende, da Eletrobrás, foi agredido por índios em uma audiência sobre a usina de Belo Monte? Para relembrar ou conhecer a história, veja os vídeos abaixo:

Vejam só: isso aconteceu há mais de três anos. E o que foi feito para encontrar e punir os culpados? Os índios da região ao menos demonstram alguma vergonha por atacarem covardemente um homem desarmado, e que não ofereceu nenhuma resistência? Que nada! 
  • A "liderança indígena" denominada Ireô Kayapó, que confessa no vídeo ter adquirido os facões na véspera do ataque encontra-se recolhido ao sistema penitenciário? 
  • O Sr. José Ribeiro, do Cimi, foi levado a julgamento por incitação ao crime, formação de quadrilha, ou ainda está por aí usando índios como massa de manobra?
O vídeo ainda trás alguns trechos interessantes, como o delegado Jorge Eduardo Oliveira se questionando se "facão faz parte da cultura indígena kayapó". Delegado, posso responder pra você? Não. Ou então índio só sai pra comprar itens de sua cultura um dia antes da reunião sobre Belo Monte? Delegado, defenda as leis, mas respeite a lógica. 
Eu sou contra a violência, e acho que aqueles que cometem ou incitam a violência devem pagar por isso. Mas dos dois lados.

Nenhum comentário:

Facebook Blogger Plugin: Bloggerized by AllBlogTools.com Enhanced by MyBloggerTricks.com

Postar um comentário