sábado, 5 de novembro de 2011

Morre líder das FARC: o mundo fica um pouquinho melhor

Na Veja Online:
O Exército e a polícia da Colômbia anunciaram nesta sexta-feira a morte do comandante das Forças Revolucionárias da Colombia (Farc), Guillermo León Sáenz, conhecido como Alfonso Cano, em uma operação que o governo qualificou como "o maior golpe nesta guerrilha" nos 50 anos de batalha. "Caiu o número um das Farc. É o golpe mais contundente que se deu nesta organização em toda sua história", afirmou o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, em mensagem à nação em Cartagena de Indias, onde estava quando soube da notícia.
O título é polêmico, eu sei, mas mesmo me recriminando lá no fundo por achar a morte alguém uma boa notícia, não posso deixar de pensar que a Colômbia está no caminho certo. Quem promove o terrorismo, usa o crime como método e tenta destruir a democracia a força de armas não merece a civilização que temos, muito menos a que poderíamos ter sem gente assim.
Espero que a exemplo do que aconteceu quando as forças armadas colombianas mataram Jorge Briceno, o Mono Jojoy, se colete inteligência a respeito das operações das FARC. Também espero que, diferente daquela ocasião, que sejam presos e julgados os que auxiliam, apóiam e sustentam uma organização criminosa de narcotraficantes. Na Colômbia, Venezuela, Bolívia, Equador ou Brasil, ou   onde quer que estejam. O mundo fica um pouco melhor sem Alfonso Cano, mas ficará muito melhor sem seus apoiadores.

Nenhum comentário:

Facebook Blogger Plugin: Bloggerized by AllBlogTools.com Enhanced by MyBloggerTricks.com

Postar um comentário