terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

África é pobre? A culpa é dos Bantu

Reproduzo abaixo trechos de uma notícia no site da Veja:
Homem já interferia no clima há 3.500 anos
A interferência do homem no clima da Terra pode ser bem anterior à Revolução Industrial do século XVIII. Segundo uma pesquisa publicada no site da revista Science, o surgimento das savanas na África, entre 3.500 e 4.000 anos atrás, coincidiu com o início da exploração da agricultura no local. A análise de sedimentos no fundo do Rio Congo, um dos maiores do continente, permitiu concluir que a região passou por mudanças climáticas abruptas.
Não há dúvida quanto a relação entre a queima de combustíveis fósseis, como petróleo e carvão mineral, e mudanças climáticas. Mas o desmatamento é a segunda causa global de liberação de gases que causam o efeito estufa na atmosfera. E foi isso que o povo Bantu, uma das mais antigas etnias africanas, fez no vale do rio Congo. Eles desmataram áreas de florestas tropicais para plantar palmeiras, milheto e inhame, culturas que demandam muita luz do sol. As análises do leito do rio mostram que houve um aumento significativo no depósito de sedimentos na época do advento da agricultura no local. 
Eu me espanto com a capacidade que o pessoal do aquecimento global antropogênico têm de sempre achar uma relação entre as atividades do homem e qualquer mudança climática. Nesse sentido, é interessante ver o documentário The Great Global Warming Swindle, que infelizmente nunca encontrei para venda aqui no Brasil, mas que alguém teve a bondade de colocar no Youtube. Um dos entrevistados fala algo no mínimo preocupante: para conseguir financiamento de pesquisa, basta colocar qualquer coisa relacionada a aquecimento global no estudo, e pronto. Achei o documentário muito melhor embasado que tanto o filmeco quanto o livrinho do Al Gore.


Ao contrário do pessoal que roda os modelos climáticos catastróficos e sabe o que irá acontecer daqui a 100 anos, eu não sei nem o que vou comer no jantar de hoje. Como não sou nenhum grande entendido em clima e atmosfera, mandei o link da notícia por email para uma amiga meteorologista. Sua resposta resume bem melhor o que eu poderia dizer a respeito:
 "De cara, o quadro trata efeito estufa como algo antrópico. E de tudo, só digo isso: se o homem vem modificando a coisa [não estava escrito "coisa"] toda há 4 mil anos e, olha só, ainda estamos aqui, não preciso me preocupar muito, não é?"
Concordo plenamente.
O que gostaria de ver agora é todo mundo que falou que a África só é pobre por conta da ação dos belgas, franceses, holandeses, ingleses e europeus em geral se desculparem pelo que falaram. E reescreverem os textos, colocando a culpa nos bantus. 

Um comentário:

  1. Não estou a compreender! Então vocês acham que o comportamento irresponsável da maior parte dos 7 bilhões de pessoas que habitam agora na Terra, não tem influência no clima? É mesmo isso? Só porque reza a história que já haviamos interferido no clima no passado? É isso mesmo que vocês acham? Que a problemática das alterações climáticas são uma invenção para o pessoal passar o tempo?

    ResponderExcluir