quarta-feira, 20 de junho de 2012

Sacolas plásticas: cai mais uma tara ambientalista

Fiquei bem contente quando vi agora a pouco a notícia que as sacolas plásticas em SP devem voltar a ser fornecidas aos consumidores sem ônus. Segue abaixo notícia da Veja Online:
O acordo que acabou com a distribuição de sacolinhas plásticas em estabelecimentos comerciais em São Paulo foi suspenso nesta terça-feira, segundo confirmou o Ministério Público do Estado. O Conselho Superior do Ministério Público decidiu por unanimidade que o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que limitava o direito do consumidor em receber gratuitamente as sacolas plásticas, não é válido e, com isso, os estabelecimentos devem voltar a distribuir as embalagens em cumprimento ao Código de Defesa do Consumidor.
Segundo o Instituto Socioambiental dos Plásticos (Plastivida), os estabelecimentos comerciais que deixarem de distribuir as sacolas gratuitamente correm o risco de serem acionados pelos órgãos de defesa do consumidor, mediante denúncia. Para a Plastivida, "o Conselho Superior do MP entendeu que existe um descompasso muito grande e que o ônus da não distribuição das sacolas plásticas está recaindo apenas sobre os consumidores", afirmou Jorge Kaimoti Pinto, advogado da entidade. Na visão do órgão, essa situação precisa ser revertida o quanto antes".
A petição contra a homologação do TAC foi uma ação movida pela Plastivida, pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idecon) e pelo SOS Consumidor. De acordo com o MP, uma nota sobre a decisão do Conselho deve ser divulgada na tarde desta quarta-feira.
Quem ganha?
Finalmente o MP está tomando uma ação visando de fato beneficiar toda a coletividade. Já havia dito em outro texto que achava essa proibição um absurdo. É uma tara ambientalista, que quer prejudicar todos baseando-se na premissa pouco ou nada discutida que o plástico é o grande vilão do... sei lá, de tudo. Da poluição dos rios, da morte das tartarugas marinhas, do aquecimento global, do desmatamento da amazônia, do preço alto do papel de seda e por aí vai. Eles sempre tem algo para reclamar.
O que os ambientalistas NÃO fazem é estudar. Pra quem acha que o planeta vai se acabar 0.0018 milésimos de segundo antes se não banirmos as sacolas, sugiro a leitura do ensaio "Recycling Miths Revisited", que está disponível aqui. Há vários outros textos sobre o assunto na net, porém esse é bem objetivo e conciso para quem quer se familiarizar com o problema - ou a falta de problema.
Por menor que seja, essa é uma vitória. Não de nenhum grupo organizado; mas do indivíduo, que poderá escolher se quer uma caixa, uma sacola plástica ou as tais bolsas ecológicas. Repito: o indivíduo poderá escolher. E aí está toda a diferença. 

Nenhum comentário:

Facebook Blogger Plugin: Bloggerized by AllBlogTools.com Enhanced by MyBloggerTricks.com

Postar um comentário