segunda-feira, 8 de abril de 2013

Rejeitados nº1: O fim da moratória à construção civil

Resolvi postar aqui os artigos que os jornais de SC rejeitaram. Como são artigos para jornais de circulação regional, a maioria dos artigos trata de questões de Florianópolis e região. Também tenho que seguir as limitações de caracteres dos veículos onde pretendia publicá-los. Eles podem estar desatualizados, pois tratam de notícias da época em que foram escritos.
Não sei porque os artigos foram rejeitados: conteúdo em desacordo com a linha editorial, linguagem forte, ou simplesmente por estarem mal escritos. Julguem por si mesmos.
O artigo abaixo foi escrito em 14/03/2013.


O fim da moratória à construção civil

Circulam nas redes sociais manifestações contrárias ao fim da moratória à construção civil em Florianópolis, determinada pelo prefeito César Souza Jr. Dizem os cidadãos que defendem a moratória que é necessário mais planejamento, que o prefeito não está cumprindo as promessas de campanha, e que está beneficiando o setor da construção civil.
A moratória de fato prejudica aqueles empreendedores que atuam de forma irregular ou buscam benesses do poder público de formas ilícitas. Porém, para quem atua na ilegalidade, um ou outro revés é esperado. Assim como o traficante prevê que certas quantias de drogas ou dinheiro serão confiscadas pela polícia, o empreendedor que atua na ilegalidade já espera perder algumas batalhas.
Quem defende a moratória está tão focado nas ilegalidades que deixa de enxergar todo o resto dos empreendedores que atuam na mais estrita legalidade. E esses que atuam de forma honesta e idônea, que não esperam um revés quando agem corretamente, são os reais prejudicados. 
Reivindicar que promessas de campanha sejam cumpridas é um direito do eleitor, assim como querer o melhor para sua cidade. Porém, esse direito do cidadão não pode se contrapor aos interesses legítimos de pessoas físicas e jurídicas que sigam as leis e normas estabelecidas.
Nenhum cidadão honesto é contra punir quem age na ilegalidade. Se há irregularidades em alvarás, licenças ambientais, zoneamento irregular ou beneficiamento de uns e outros, que essas irregularidades sejam apuradas e os responsáveis punidos.
Eu não tenho uma solução simples e fácil para o problema. Mas sei que qualquer solução aceitável não pode prejudicar quem age corretamente para punir quem está na ilegalidade.

Nenhum comentário:

Facebook Blogger Plugin: Bloggerized by AllBlogTools.com Enhanced by MyBloggerTricks.com

Postar um comentário